Sistema de arquivos

1 de nov de 2014 - Paulo Dias


O sistema de arquivos do GNU/Linux pode ser representado como uma árvore de cabeça para baixo... No topo dessa arvore fica o diretorio raiz( / ). Dentro do diretorio raiz encontramos os seguinte diretórios:

bin Arquivos executáveis
boot Arquivos essencias para a carga do sistema. É aqui que fica a imagem do kernel
dev Arquivos que representam dispositivos do sistema
etc Arquivos de configuração do sistema
home Diretórios dos usuários
lib Bibliotecas do sistemas. Usadas pelos programas e modulos do kernel
mnt Diretório para montagem de dispositivos ( Em alguns casos exite o diretório media com a mesma utilidade )
proc Informações do sistema e dos processos atuais
opt Programas que não fazem parte da distribuição
root Diretório do super usuário ( root )
sbin Programas do super usuário ( programas/comandos de admnistração )
tmp Arquivos temporários. O conteúdo desse diretório é apagado a cada reboot
usr Programas usados pelos usuários
var Arquivos variáveis. Logs e arquivos de email

Essa estrutura foi defnida por um padrão de mercado criado pelo comunidade linux em 1994, chamado Filesystem Hierarchy Standard ( FHS ). As distribuições não precisam seguir esse padrão, mas existe uma grande conscientização sobre a importancia desse padrão.


Paulo Dias

Graduado no curso tecnólogo em análise e desenvolvimento de sistemas. Defensor do Software Livre e da democratização da informação. Possui as certificações Linux LPIC-1 e Java OCA. Atualmente exerce a função de coordenador técnico na área de telecomunicações.

Siga-me no Twitter


Tags: Linux